Portaria 66/2018, de 6 de março determina a constituição de EIHSCP Pediátricas

Acaba de ser publicada a Portaria 66/2018, de 6 de março, que determina que "As instituições hospitalares integradas no Serviço Nacional de Saúde, com Serviço ou Departamento de Pediatria, devem constituir uma EIHSCP-Pediátrica, dimensionada às características e necessidades locais, que pode prestar cuidados diretos e orientação na execução do plano individual de cuidados às crianças e jovens em situação de doença crónica complexa e suas famílias, para as q...uais seja solicitada a sua intervenção."

Estas EIHSCP-P (Equipas Intra Hospitalares de Suporte em Cuidados Paliativos - Pediátricas) devem integrar, no mínimo, profissionais das áreas de medicina, enfermagem, serviço social e psicologia, todos com formação específica em cuidados paliativos, e deverão funcionar em articulação com as equipas assistenciais primárias e com as restantes equipas e unidades da Rede nacional de Cuidados Paliativos, assim como da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados.
Portugal torna-se assim um dos primeiros países do mundo a colocar na letra da lei a instituição destas equipas, uma prioridade para o adequado acompanhamento da crescente realidade das crianças medicamente complexas e suas famílias.

Leia tudo sobre a Portaria em:

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/114822275/details/maximized?serie=I&day=2018-03-06&date=2018-03-01

Notícia do E Hospice em:

http://www.ehospice.com/internationalchildrens/ArticleView/tabid/10670/ArticleId/23370/language/en-GB/View.aspx


voltar