Seminário 'Cuidados Paliativos: Valores e Desafios' - Lisboa

Realizou-se a 11 de Dezembro o seminário multiprofissional "Cuidados Paliativos- valores e desafios",dinamizado pela Grética APCP em conjunto com a Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa-Lisboa.

Contou com a participação de 84 profissionais de saúde, maioritariamente estudantes, mas também médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e psicólogos.

Aproveitando a semana onde se celebrou o dia mundial dos direitos humanos, a Grética colocou o foco nos cuidados paliativos enquanto direito humano fundamental, sublinhando a responsabilidade profissional, social e ética para uma provisão universal, justa e equitativa dos recursos.

A primeira mesa, moderada por Margarida Ourô, debruçou-se sobre as decisões em fim de vida. Abel Abejas falou no terreno ético onde se fundam as questões da autonomia da pessoa em fim de vida, distinguindo conceitos como consentimento informado, capacidade ou competência para decidir. Maria João Santos abordou sobre diretivas antecipadas de vontade, reforçando a necessidade de (in)formação dos profissionais e utentes na atualidade dos contextos de saúde. Ana Paula Nunes esclareceu conceitos em torno da eutanásia, necessários para uma discussão séria sobre um tema complexo. Na segunda metade da manhã, Manuel Vilelas moderou uma mesa que deu especial destaque às populações vulneráveis: quando o início e o fim se cruzam. Joana Mendes enquadrou as especificidades da pediatria, nomeadamente a promoção da autonomia em idade pediatrica versus o exercício da solicitude nas decisões em fim de vida. Sandra Alves trouxe ao debate a problemática do envelhecimento, refletindo sobre a questão da perspetiva, da unicidade, da fragilidade da condição humana, da solidão, incapacidade física, da incapacidade cognitiva e da morte. Finalmente, Maria José Ferrão focou a vulnerabilidade dos profissionais de saúde. Identificou a escuta como exigência ética fundamental para fazer do lugar interior (meu e do outro que sofre) paragem obrigatória.

Foi uma sessão multiprofissional muito participada. Das principais conclusões sobressai a necessidade de replicar sessões semelhantes para promover a necessária literacia em diversas questões da ética e dos cuidados paliativos.


voltar